Gal forever


Deprecated: preg_replace(): The /e modifier is deprecated, use preg_replace_callback instead in /home/ricardomedinacom/public_html/wp-includes/functions-formatting.php on line 83

Gal Costa HojeDesde que comecei a curtir música milito na tribo “fã número um da GAL COSTA“. Ela podia cantar Ciranda Cirandinha que eu achava o máximo. Parava a vida para ouvi-la, juro!

Quando ia vê-la, ficava enfeitiçado. Ela ali no palco, me provocando, ainda que seus olhos sequer percebessem meu coração abalado - só mais um em meio quela multidão iludida, sonhando com uma exclusividade impossível. Coisas da majestadeâ a gente entende, aceita e agradece, fazer o quê?

Um belo dia, ainda levitando depois de um show, um amigo me deu um soco no estômago: “Não agüento mais ouvir âMeu nome é Galâ”. Cheguei a pensar em processá-lo. Afinal, amigos, amigos; idolatria parte. Mas fui obrigado a reconhecer que ele estava certo: aquele duelo entre o trilado dela e a guitarra já tinha saturado.

O tempo passou, ela guardou a música-hino no baú, mas, noblesse oblige, continuou a desfilar nos palcos os tantos sucessos que emplacou. Felizmente, as mais surradas como “Festa do Interior” e companhia foram banidas definitivamente.

No final do ano passado, depois de uma série de regravações, fez uma manobra radical: lançou o CD “Hoje”, só músicas inéditas, a maioria de compositores novos. Uma certeza: dos melhores discos de sua carreira, daqueles que gente ouve e gosta cada vez mais. Contudo, uma dúvida me tirava o sono: o que esperar do novo show? Em entrevistas, ela avisou que não faria “concessões”, cantaria o novo repertório, evitando antigos sucessos, e que o clima seria “praticamente um recital”.

Cumpriu rigorosamente a promessa. Resultado: assim como o disco, o show é um marco em sua carreira. Vi a estréia da turnê nacional no Rio, na qual, em cena aberta, ela considerou o trabalho “corajoso e difícil”. Pois tirou de letra esse desafio: está simplesmente capotante no palco, uma diva, cantando como nunca. Tem mais (momento light, a quem interessar possa): como você pode conferir aí na foto que tirei, ficou um pitéu, dez quilos mais magra, depois de uma dieta em que passou a substituir duas refeições diárias por milk-shake de frutas. Tudo isso numa moldura impecável: banda e vocais maravilhosos e belíssimos arranjos do craque César Camargo Mariano para as canções novas e clássicos de Noel, Cartola e Ismael Silva.

E não pense que é só palavra de fã de carteirinha. Gal também acaba de ser aplaudida por crítica e público pra lá de exigentes: balançou o Blue Note, em Nova Iorque, onde apresentou uma versão in concert do show, e mereceu elogios rasgados do “The New York Times”, que a colocou no patamar de excelência vocal da inesquecível Billie Holiday. Uma consagração.

Entre 26 e 28 de maio, “Hoje” será apresentado em São Paulo. Excelente pedida pra você se esbaldar naquela fantástica noite paulistana, né? Se não puder, espere pelo DVD, com lançamento programado para o final do ano.

Ah, antes que me esqueça, o mais surpreendente de tudo, ao menos para mim: já no final do show, ela ataca deâ “Meu nome é Gal”! Não, não aquela das antigas. É quase outra, cristalina, hipnótica, arrasadora, pra gente nunca mais esquecer esse nome.

Essa Galâ sempre me levando a nocaute.


1 Resposta para “Gal forever”

  1. 1 Karina Perez

    Deprecated: preg_replace(): The /e modifier is deprecated, use preg_replace_callback instead in /home/ricardomedinacom/public_html/wp-includes/functions-formatting.php on line 83

    Oi Ricardo, sou frequentadora do site oficial de Gal, e acabei de ler seu texto lá. Sinceramente você escreveu e descreveu de forma certeira.
    Gosto de Gal faz anos, considero Ela, uma grande cantora internacional, pra mim a maior do mundo.
    Um beijo e parabens!
    Karina (argentina)

Deixe um comentário